07/12/2018 às 14h20min - Atualizada em 07/12/2018 às 14h20min

Futuro ministro de Minas e Energia quer ter equipe indicada até posse

Indicado segunda-feira, Albuquerque diz que ainda recebe dados do MME

EBC

Bento Albuquerque disse que tem dialogado com o gabinete de transição do novo governo para não cometer nenhum “ato falho” na definição da sua equipe. (Reprodução/Facebook)

Após participar da posse da diretoria da recém-criada Agência Nacional de Mineração (ANM), o futuro ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, disse em conversa com jornalistas que as indicações e nomeações para a pasta ocorrerão “no tempo certo”. O ministro disse que tem dialogado com o gabinete de transição do novo governo para não cometer nenhum “ato falho” na definição da sua equipe.

De acordo com o futuro ministro, a intenção é finalizar o processo de escolha dos principais integrantes da equipe ministerial até a posse do novo presidente, marcada para o dia 1º de janeiro.

“O presidente me deixou muito à vontade para que eu escolhesse a equipe com total liberdade. Isso aumenta muito minha responsabilidade. E eu não quero cometer, eu diria que um ato falho, de falar um nome e depois voltar atrás. Até porque, não conheço todas as pessoas, mas sei que tem muitas pessoas com competência, experiência, que poderão ocupar os diversos cargos do ministério”, disse Albuquerque.

De acordo com o ministro indicado, o único cargo definido até agora é o do chefe de gabinete, que será ocupado pelo contra-almirante José Roberto Bueno Junior.

“Nós trabalhamos há muito tempo junto e eu preciso de alguém que possa ser meu interlocutor nesse momento inicial”, explicou o militar. Ele acrescentou que, o que mais quer, é montar a equipe, mas não pretende ser precipitado. Primeiro, destacou, é preciso conhecer as pessoas que estão no ministério.

Durante a conversa com jornalistas que cobrem o setor, o ministro indicado disse ter muita informação ainda para receber da pasta. “Eu peço até que vocês entendam que eu estou ministro indicado há dois dias. Cheguei segunda-feira, no final da tarde, e parece que já são 100 dias que eu estou nessa jornada”, disse.

Albuquerque é o 20º ministro confirmado pelo futuro governo. O nome foi anunciado na última sexta-feira (30) pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, na sua conta no Twitter. O almirante é, atualmente, diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha.

Nascido no Rio de Janeiro, Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior começou a carreira na Marinha em 1973. Foi comandante em chefe da Esquadra, chefe de gabinete do Comando da Marinha e comandante da Força de Submarinos Brasileira.

No exterior, o almirante atuou como observador militar das forças de paz das Nações Unidas em Sarajevo, na Bósnia-Herzegovina.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »