07/12/2018 às 06h00min - Atualizada em 07/12/2018 às 06h00min

Países europeus prendem mais de 90 pessoas vinculadas à máfia italiana

Pelo menos 90 pessoas foram detidas na Itália, Holanda, Alemanha e Bélgica e droga foi apreendida em uma operação internacional contra a máfia italiana Ndrangheta, segundo confirmou a agência europeia de cooperação judicial, Eurojust .

EBC

Países europeus prendem mais de 90 pessoas vinculadas à máfia italiana (Foto:Reprodução)


O diretor do Serviço Holandês de Investigação Fiscal, Bert Langerak, disse que as primeiras investigações começaram em 2014 com suspeitas de "lavagem de dinheiro em dois restaurantes italianos", na Holanda, seguidas de uma fraude de seguros e incêndios "com vínculo claro com a máfia italiana e uma conexão com narcóticos".

Em entrevista coletiva em Haia, sede da Eurojust, as autoridades dos países envolvidos explicaram que no total foram apreendidos "entre 3 mil e 4 mil quilos de cocaína, dois milhões de euros e 140 quilos de pastilhas de ecstasy" como parte da Operação Pollino contra a organização mafiosa da Calábria, no sul da Itália.

Apesar de as detenções terem ocorrido em quatro países, as batidas policiais e as investigações foram realizadas de forma coordenada em diversos países europeus.

Os restaurantes e pizzarias eram lugares de reuniões para os membros da 'Ndrangheta que estavam ativos na região italiana da Calábria e no estado alemão da Renânia do Norte-Vestfalia, na fronteira com a Holanda.

Entre os detidos há vários líderes da máfia, o que não representa um fim, já que se trata de um grupo criminoso poderoso e rico, muito bem organizado e composto por gente formada e preparada", segundo o juiz italiano Federico Cafiero De Raho.

De acordo com o magistrado, o que diferencia a 'Ndrangheta de outras organizações criminosas é que ela "controla grande parte do comércio de cocaína na Europa". O produto é importado da América do Sul em grande escala e introduzido através de portos holandeses, belgas e alemães.

A Ndrangheta é sistematicamente acusada de violência e assassinatos e tem "muitos restaurantes, sorveterias e hotéis distribuídos pela Europa, utilizados para a lavagem de dinheiro ou como fachada", disse.

'Ndrangheta, organização de tráfico de drogas, fraude, lavagem de dinheiro e apostas ilegais na internet, é considerada a organização mafiosa mais poderosa da Itália.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »