30/11/2018 às 16h00min - Atualizada em 30/11/2018 às 16h00min

Ginastas brasileiras conquistam quatro medalhas no último dia da Copa do Mundo

Atletas fizeram duas dobradinhas no encerramento do torneio, levando o ouro e a prata tanto no solo quanto na trave

Confederação Brasileira de Ginástica (CBG)

Flavia foi a campeã na final do solo. (Foto: Abelardo Mendes Jr/rededoesporte.gov.br)

A ginástica artística feminina do Brasil encerrou com aproveitamento total no domingo (25.11) sua participação no segundo dia de finais da "Turnier Der Meister" FIG Individual Apparatus World Cup, realizada em Cottbus, na Alemanha. Foram quatro medalhas conquistadas pelas brasileiras nas finais dos dois aparelhos disputados.

Mais uma vez, Rebeca Andrade voltou a brilhar e conquistou mais uma medalha de ouro, vencendo a prova da trave, com a nota 13,766. Ela fez dobradinha com outra brasileira, Flavia Saraiva, que ficou com a prata, ao alcançar a nota 13,266. O bronze foi conquistado por Diana Varinska, da Ucrânia (13,200).

Na prova do solo, mais duas medalhas brasileiras. Desta vez, Flavia Saraiva ficou com a primeira colocação, obtendo a nota 14,100, seguida por sua companheira de Seleção, Jade Barbosa, que levou a prata com 13,550. O bronze ficou com a polonesa Marta Pihan-Kulesza (13,433). O Brasil conquistou nesta Copa do Mundo seis medalhas, mais do que qualquer outro país que participou do evento.

A Copa do Mundo de aparelhos é uma novidade no calendário da Federação Internacional de Ginástica (FIG), com uma série de oito campeonatos a serem realizados até 2020. Os ginastas que somarem mais de três participações no torneio poderão buscar a classificação para a Olimpíada de Tóquio.

Confira abaixo as medalhas brasileiras:

• Ouro no salto, com Rebeca Andrade
• Ouro na trave, com Rebeca Andrade
• Ouro no solo, com Flavia Saraiva
• Prata nas paralelas assimétricas, com Rebeca Andrade
• Prata na trave, com Flavia Saraiva
• Prata no solo, com Jade Barbosa

O Brasil também encerrou sua participação na ginástica masculina em Cottbus. Na prova da barra fixa, Arthur Nory ficou em sétimo lugar, com a nota 13,033. O ouro ficou com o holandês Epke Zonderland (14,866).

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »