29/11/2018 às 18h00min - Atualizada em 29/11/2018 às 18h00min

Ministro Leandro Cruz inaugura dois Centros de Iniciação ao Esporte em Curitiba

Ao discursar no evento de inauguração, o ministro do Esporte elogiou 'a agilidade e o esmero' da prefeitura de Curitiba ao entregar dois CIEs

Ministério do Esporte

Ministro Leandro Cruz inaugura dois Centros de Iniciação ao Esporte em Curitiba (Fotos: Francisco Medeiros)

A capital paranaense ganhou nesta sexta-feira (23.11) duas unidades do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), projeto que representa o maior legado de infraestrutura nacional dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Os bairros Cajuru e Cidade Industrial, localizados em áreas de vulnerabilidade social de Curitiba, fizeram festa para marcar as inaugurações, que contaram com a presença do ministro do Esporte, Leandro Cruz, e do prefeito de Curitiba, Rafael Greca.

A unidade do Parque dos Peladeiros, em Cajuru, é do modelo 3, com ginásio e estruturas de atletismo. O ginásio poliesportivo tem arquibancada para 177 lugares e áreas de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público). Na área externa, há uma pista de atletismo e tanque para salto em distância. O investimento do Ministério do Esporte foi de R$ 4.148.872,83. Já o CIE da Praça da União, na Cidade Industrial, é do modelo 1, com ginásio poliesportivo e áreas de apoio. A obra contou com recursos do ministério no valor de R$ 3.470.710,85.

A festa de inauguração no Parque dos Peladeiros, na manhã de sexta-feira, teve apresentação de danças típicas das cinco regiões do Brasil e a participação de atletas paranaenses, da base ao alto rendimento. Além da entrega da obra, o ministro Leandro Cruz e o prefeito Rafael Greca assinaram ordem de serviço para a construção de pista de ciclismo BMX ao lado do CIE, no valor de R$ 900 mil. O bicampeão mundial Wellington Nelsen levou a família para a cerimônia e agradeceu ao ministro pela iniciativa: “Hoje estou aposentado do esporte, mas tenho certeza de que as novas gerações do BMX do Paraná terão um grande incentivo com a futura pista”.

Ao discursar no evento de inauguração, o ministro do Esporte elogiou “a agilidade e o esmero” da prefeitura de Curitiba ao entregar dois CIEs e frisou que o trabalho, a partir de agora, é assegurar a plena utilização do equipamento: “Neste momento começa nossa maior missão, de cumprir a função social desta obra. Garantir à comunidade, às crianças, aos jovens, à terceira idade, o acesso a este centro esportivo”.

O prefeito de Curitiba homenageou o jornalista esportivo Nelson Comel, já falecido, dando o nome dele ao pavilhão do ginásio. Comel idealizou e organizou torneios de futebol de pelada em Curitiba nos anos 1980. Até hoje, um campo e uma quadra coberta, ao lado do novo CIE, recebem treinamentos e projetos sociais de futebol. Greca, que comandou o Ministério do Esporte e do Turismo no governo FHC, em 1999, lembrou ter construído a quadra coberta nos tempos de ministro. “Temos aqui, com esta série de equipamentos esportivos, a Praça Olímpica do Cajuru”, definiu o prefeito.

Projeto nacional

À tarde, Leandro Cruz e Rafael Greca se dirigiram ao bairro da Cidade Industrial para a inauguração do CIE da Praça da União. O curitibano e esgrimista Athos Schwantes, que disputou os Jogos Olímpicos de Londres 2012, compareceu à cerimônia, que contou com apresentações de bandas marciais e de atletas de ginástica rítmica, além de marcar o lançamento oficial do Natal Luz de Curitiba.

O ministro do Esporte destacou a importância dos Centros de Iniciação ao Esporte como projeto nacional: “Muito se fala de legado olímpico. Este CIE que entregamos aqui faz parte do pacote de legado que o Ministério do Esporte entrega em todo o Brasil. Como assim fazem parte as dezenas de pistas de atletismo que construímos nas cinco regiões. Nos próximos dias, inclusive, a cidade paranaense de Cascavel receberá uma dessas pistas, que faz parte do Centro Nacional de Atletismo”, lembrou o ministro.

O programa dos CIEs conta hoje com 134 contratos ativos, o que representa um investimento total de R$ 478,6 milhões do governo federal. Todas as unidades já receberam autorização para início de obra. Doze CIEs foram inaugurados até o momento: Franco da Rocha-SP, Uberaba-MG, Maringá-PR, Arapongas-PR, Rio Branco-AC, Petrópolis-RJ, Barueri-SP, Santana de Parnaíba-SP, Uberlândia-MG, Taboão da Serra-SP e Curitiba-PR (duas unidades). Estão previstas as seguintes inaugurações para as próximas semanas: Itapevi-SP, Cascavel-PR e Apucarana-PR. Também já estão concluídas as unidades de Cruzeiro do Sul-AC, Teresina-PI e São José do Rio Preto-SP.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »