20/04/2017 às 19h30min - Atualizada em 20/04/2017 às 19h30min

Contratados neste ano, Luidy e Bruno Paulo deixam o Corinthians sem sequer estrear

Em meio à busca da diretoria por reforços para os próximos meses, o Corinthians tem dois atacantes contratados que sequer estrearam oficialmente com a camisa do clube e já deverão sair nos próximos dias: os destinos para Luidy, 20 anos, e Bruno Paulo, 27 anos, estão selados.

Folhapress

Contratados neste ano, Luidy e Bruno Paulo deixam o Corinthians sem sequer estrear (Foto:Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

 

Destaque do CRB-AL na Série B 2016, o jovem Luidy negocia saída para equipes da primeira e segunda divisão. Apesar da procura de clubes como América-MG, Goiás e Criciúma, o atacante tem maior possibilidade de se mudar para um time de Série A. O Atlético-PR é destino favorito caso as partes entrem em acordo sobre uma cláusula de compra.

No Corinthians, Luidy é visto como um jogador que ainda precisava de um trabalho de formação complementar, por isso foi mantido no elenco nesses primeiros meses, mesmo sem jogar. Ele custou R$ 500 mil, pagos à vista para vencer a concorrência de São Paulo e Sport, mas ainda não é visto como jogador pronto.

Inicialmente, o Corinthians tinha a ideia de seguir com Luidy, mas na última semana convocou os representantes e o próprio jogador para avisar que a saída seria o melhor negócio. Atualmente, o elenco dirigido por Fábio Carille tem 40 jogadores, o que foi visto como fator dificultador para o jovem conseguir oportunidades no segundo semestre.

Marcos Fialdine, empresário de Luidy, afirmou que o jovem se apresentou ao Corinthians com déficit físico e problemas nutricionais, o que já havia sido indicado pelo preparador Walmir Cruz no começo do ano. Isso fez com que, em seu quarto mês pelo clube, o atacante de velocidade sequer tenha ido ao banco de reservas em amistosos ou jogos oficiais. Já mais experiente que Luidy, Bruno Paulo acumula passagens por clubes grandes como Vasco, Flamengo e Palmeiras. Ele chegou como aposta imediata para o ataque que apresentava carências no início de 2016. Vice-campeão pelo Audax, ele foi contratado com Camacho e assinou por um vínculo de três anos. Bruno havia marcado contra o próprio Corinthians no Paulista, o que animou dirigentes para a aquisição.

Na época, a assinatura ocorreu mesmo com a reprovação em exames médicos, e o Corinthians assumiu o reforço que imediatamente realizou cirurgia no pé. Recuperado, meses depois, Bruno Paulo foi novamente submetido a operação, agora para retirada de hérnia, em outubro. Assim, a utilização dele ficou impossível em 2016.

Neste ano, Bruno Paulo participou de pré-temporada e foi a campo no amistoso contra a Ferroviária, mas não atuou em nenhum jogo oficial. Ele até teve a chance, quando foi relacionado por Fábio Carille para viagem a Poços de Caldas, mas desde então perdeu espaço para os jovens Léo Jabá e Pedrinho, além de Clayton, que chegou recentemente.

Depois de dizer publicamente que não gostaria de sair emprestado, Bruno Paulo já amadureceu a ideia de que o melhor caminho é defender uma equipe menor no próximo semestre e tentar recuperar a melhor forma técnica e física após mais de um ano sem jogar, de fato. Fora dos planos do Corinthians para o Brasileirão, ele encontra dificuldades em conseguir um clube em razão da inatividade. Ele tem vínculo até julho de 2019.

MENDOZA

Bastante utilizado em 2015, o colombiano Mendoza é outro atacante do Corinthians que está fora dos planos. Em janeiro, ele teve a possibilidade de sair por empréstimo ao Bahia, mas rejeitou e irritou dirigentes corintianos.

Apesar disso, Mendoza participa normalmente dos treinamentos e segue integrado ao elenco. O colombiano é outro que inflaciona a extensa folha salarial do Corinthians, com mais de 50 jogadores. Ele tem contrato até o fim de 2018.

Tags »
Contratados
Notícias Relacionadas »
Comentários »