16/04/2017 às 20h00min - Atualizada em 16/04/2017 às 20h00min

Dedé Santana confirma participação em remake de Os trapalhões e volta ao teatro: Trabalho para viver

Agência O Globo

Dedé Santana confirma participação em remake de Os trapalhões e volta ao teatro: Trabalho para viver (Foto: Divulgação)

 

Dedé Santana está inquieto. Confirmadíssimo no elenco do remake de “Os trapalhões”, que estreia na Globo no segundo semestre de 2017, o artista não se intimida com os risos que escapam da boca ao comentar o novo projeto na TV. “É muita felicidade para mim”, repete, emocionado. O retorno à clássica trama de humor — agora sob a pele do tio de Dedé, personagem que será interpretado por Armando Babaioff — coincidiu com outra novidade em sua carreira: pela primeira vez, ele sobe aos palcos numa trama séria, que trata sobre temas como amizade, morte e homossexualidade.

— Sou como todo brasileiro. Não estou rico nem milionário, e trabalho para viver. Mas também não estou numa má fase... — pondera ele, empolgado: — O que me motiva é o trabalho. Minha mulher, às vezes, fala assim: “Mas você está trabalhando demais!”. E eu respondo: “Se eu parar, eu fico velho”. Entendeu? Pretendo morrer trabalhando, como toda a minha familia fez. A sorte é que tenho 80 anos, mas estou com o corpinho de 79 (risos). 

O retorno à ficção de “Os trapalhões” tem sido marcado por bastidores controversos. Antes mesmo de as gravações tomarem início — por enquanto a equipe se reúne apenas para ensaios —, notícias davam conta de que Dedé teria ameaçado judicialmente a Globo caso sua participação não fosse consumada. Ele desmente. Segundo o humorista, o convite surgiu de forma espontânea, sem pressões. E se não houvesse surgido, não haveria qualquer problema:

— Olha, eu nem li essas coisas que falaram sobre mim. Não ficaria chateado se não me chamassem para o novo programa. Já estava todo orgulhoso de fazerem um remake. Considero uma homenagem para a gente! Mesmo fora do elenco, ficaria feliz. Mas dentro do projeto, claro, é melhor ainda — defende o artista, que já ouve a comemoração do público nas ruas: — Não bateu nem o receio de fazer algo pior do que antes, porque o que mais escuto é gente reclamando da falta de um humor rasgado na TV. Gosto muito de Leandro Hassum, Marcelo Adnet, Fábio Porchat e Marcos Veras. Mas não há mais nenhum programa cômico que segure as crianças. “Os trapalhões” grudava velhos, adultos e pequenos à frente da tela.

Retorno ao teatro, após 30 anos afastado do palco

Também no segundo semestre de 2017, Dedé poderá ser visto no teatro — em São Paulo e no Rio — com a comédia dramática “A última vida de um gato”. Na história, o ator dá vida a um senhor amargurado que se defronta com a ajuda do vizinho, um jovem gay (interpretado por Felipe Cunha), para rever a vida e os próprios pensamentos homofóbicos.

— Nunca tive discriminação com nada. No meio artístico, a questão da sexualidade sempre foi encarada de modo natural. A peça retrata o gay com muito respeito, sem piadas. É uma alta comédia, sabe? Trata de um assunto muito sério, de forma bonita — ressalta.

Seguro em seu discurso, ele não hesita ao admitir que sentiu medo ao voltar para os palcos 30 anos depois de seu último trabalho solo no teatro. A estreia do espetáculo em cidades do interior do país foi proposital. Antes de ser enquadrado pelos holofotes das capitais, o artista quis testar seu talento longe das pompas e distante de patrulhas.

— Fiquei meio receoso quando recebi o convite para essa peça. Estava preocupado com as críticas. Mas, depois de passar por um festival em Minas Gerais e receber muito elogios, fiquei mais tranquilo — reforça, entre risos, acrescentando: — Essa peça me deu um fôlego tão grande...! Comecei a sentir o público, os aplausos, o povo querendo me abraçar. Agradeço demais isso. Minha filha (Yasmin, de 21 anos) me ajudou muito. É a primeira vez que encarno algo diferente do Dedé.

 

Tags »
Dedé Santana participação remake Os trapalhões teatro Trabalho viver
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Dólar 3.1749
Euro 3.4587
Peso Argentino 0.2063
Bitcoin 4493.60425