17/02/2017 às 12h30min - Atualizada em 17/02/2017 às 12h30min

Moro nega pedido de novo depoimento a Cunha

Ex-deputado queria falar em processo da mulher Cláudia Cruz

Agência O Globo

Moro nega pedido de novo depoimento a Cunha (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

 

O juiz Sérgio Moro negou um pedido do ex-deputado Eduardo Cunha para ser ouvido pela segunda-vez na Lava-Jato. O pleito para que Cunha fale novamente foi apresentado pela defesa da jornalista Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado, que também responde a processo por lavagem de dinheiro por ter feito gastos no exterior de recursos de conta na Suíça, não declarada ao Fisco no Brasil. 

Moro aceitou apenas juntar ao processo da jornalista o vídeo do último depoimento de Cunha, no último dia 7. Na ocasião, o ex-parlamentar cassado afirmou ser o responsável pelo imposto de renda da mulher e ainda confirmou que os gastos da jornalista eram feitos com sua autorização. Os advogados da jornalista alegaram que os fatos interessam diretamente à defesa e, portanto, Cunha deveria ser ouvido também no processo movido contra Cláudia Cruz. A tese da defesa é de que a jornalista apenas fazia os gastos, mas que desconhecia a origem do dinheiro. 

Também nesta quarta-feira, o Supremo Tribunal Federal negou pedido de liberdade ao ex-deputado. Ele seguirá preso no Complexo Médico de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. Ao pedir sua soltura a Moro, na semana passada, Cunha chegou a alegar que a penitenciária não tinha condições de atendimento médico, já que sofre de um aneurisma diagnosticado em junho de 2015.

Cunha é acusado de receber US$ 5 milhões de propina na compra, pela Petrobras, de um campo petrolífero em Benin, na África, que causou prejuízo de pelo menos US$ 23 milhões à estatal. Parte deste valor, segundo a força-tarefa do Ministério Público Federal, foi destinada a uma conta secreta na Suíça, usada por Cláudia Cruz para pagar cartões de crédito com despesas feitas no exterior, principalmente produtos de luxo. 

 

Tags »
Moro pedido depoimento Cunha
Notícias Relacionadas »
Comentários »